Oi galerinha! Voltei do meu #mochilãocommala cheia de histórias para contar, fotos para postar e dicas para dar (juro que essa rima não foi proposital haha). Foram 10 países e 18 cidades ao total e durante minha viagem muita gente veio tirar dúvida sobre mochilão e viagem em geral, tentei responder todo mundo durante esse período porque eu AMO essa troca que tenho com vocês mas, como eram muitas decidi fazer um post específico sobre as 17 dúvidas mais frequentes que chegaram até mim e que também eram as minhas antes de cair na estrada. Então vamos lá, espero ajudá-los de alguma maneira, se faltar responder algo só deixar nos comentários que eu responderei se souber. 😉

1. Como escolher as cidades?

No começo são tantos lugares que queremos ir que fica difícil decidir né? Comecei fazendo uma #wishlist (lista dos desejos) e depois fui vendo o que era viável ou não. Isso eu fiz com 3 meses de antecedência e então decidimos: Londres, Dublin, Bruxelas, Brugges, Copenhagen, Budapeste, Berlim, Munique, Salzburgo, Vienna, Praga, Milão, Veneza, Florença, Bologna, Verona, Pisa e Madri. Como viajamos com a Ryanair, uma companhia de avião conhecida por ser low cost (baixo custo), tivemos que ver no próprio site deles quais os lugares que teriam voo porque não atuam em todas as cidades, então podemos dizer que quem fez nosso roteiro na verdade foram eles. Haha!

2. Qual o custo básico?

Essa foi a pergunta que mais ouvi e acho bem complicada em “dar dica” sobre isso porque é um assunto bem pessoal, depende do estilo de vida de cada um. Mas, calculamos gastar 100 Euros por dia para duas pessoas, sem contar com hospedagem, tinha dia que gastávamos bem menos que isso e outros que compensávamos como por exemplo um jogo de futebol da Champions League e nosso passeio de gôndola em Veneza, mas são coisas que você faz uma vez na vida então se tiver oportunidade, faça. Com hospedagem, ficamos em hostel em todos os lugares que pudemos, se tiver viajando em casal o quarto privativo vale a pena pois fica praticamente o mesmo valor de um quarto compartilhado, em média 25 Euros por cama. Alimentação, outro assunto bem subjetivo, algumas pessoas gostam de comer bem em viagem outras se jogam no fast food… Tentamos nos alimentar bem mas impossível fugir no Mc Donalds, Burger King e uns congelados já quase prontos. Quando comíamos em restaurante a conta dava em média 40 Euros para o casal, às vezes mais e às vezes menos, dependia de como já estava nosso orçamento. Passeios e souvenir (lembrancinhas), toda cidade da Europa tem uma catedral para visitar e algum pico alto para subir e ver o visual e claro, a maioria tem que pagar. Impossível mensurar todo nosso gasto com os passeios, mas o custo era em média 10 Euros para entrar e no final da viagem já não aguentávamos mais praças e igrejas hahaha! Também, foram 47 dias de trip né? Justificável! Sobre o souvenir, somos tranquilos e pouco consumistas, a única coisa que compramos em toda cidade foram ímãs de geladeira e cada um era em torno de 3 Euros. As Passagens, compramos pela Decolar a ida por Londres e a volta por Madri que era o aeroporto com melhor preço para voltarmos ao Brasil, foi R$ 2.000,00 reais por pessoa ida e volta. As demais passagens da Ryanair dentro da Europa compramos todas com antecedência por serem mais baratas, em média 25 Euros por pessoa. Só pegamos trem na Itália e cada trecho era em média 10 Euros, claro que foi a linha regional e sem luxo, nem preciso dizer né? hahaha!

Resumindo os gastos por pessoa

Gasto por dia (sem hospedagem e passagem): 50 Euros

Hospedagem em hostel: 25 Euros

Alimentação: 20 Euros

Passeios e souvenir: Média de entrada em monumentos 10 Euros + Ímã de geladeira 2 Euros

Passagem Ryanair: 25 Euros

Passagem ida e volta para o Brasil: R$ 2.000,00

Trem: 10 Euros

O total vai depender de quantos dias você vai se aventurar porai, não esqueça que a Europa é caríssima então não importa o quanto você economizar que sempre sairá caro.

3. Qual o país mais barato e o mais caro?

Mais barato: República Tcheca, Praga.

Mais caro: Dinamarca, Copenhagen.

4. Mala de rodinha ou mochilão?

Escrevi nesse post sobre minha escolha em levar mala de rodinha, mas o maridon levou mochilão e vou te falar que é MUITO MAIS PRÁTICO! Minha coluna infelizmente não ia suportar o peso, mas para quem pode escolher com certeza é melhor. Quando viajamos, caminhamos demais e os lugares não tem estrutura para ficar andando com mala de rodinha, a minha voltou toda estragada, tive que jogar no lixo minha super-ultra-mini-mala, mas tudo bem… Não investi muito nela mesmo. 😛

5. Como escolher um hostel?

Todas nossas reservas foram feitas através do site Hostelworld, bem conhecido no mundo dos viajantes e não tivemos nenhum problema com ele. Na página é possível ver a nota, localização, escolher o tipo de quarto (compartilhado ou não), com café da manhã ou não e também ver as avaliações de quem já passou pelo lugar, o que acho fundamental para escolha. Para nós, o mais importante era localização, não adianta pagar baratinho e ficar longe do centro né? A maioria ficamos em quarto privativo (que saía o mesmo valor se fôssemos pegar 2 camas em quarto compartilhado), alguns tivemos que pagar café da manhã a parte, você paga de 2 a 5 Euros por pessoa para comer a vontade e pegamos também muito banheiro compartilhado (o que pode parecer o fim da era glacial mas NÃO É, juro!). O hostel mais barulhento que não conseguimos dormir foi o de Dublin – Isaacs Hostel e por esse motivo não voltaria nele, mas no modo geral nossa experiência foi positiva conhecemos muito hostel TOP como o de Copenhagen – Urban House e voltaria nele com certeza.

6. Airbnb funciona?

Tivemos nossa primeira experiência no Airbnb. Mas o que é Airbnb? Ele permite as pessoas alugarem o todo ou parte de sua própria casa, como uma forma de acomodação extra. Nós ficamos em um quarto só para nós em Florença na casa de um casal que não morava no local, apenas alugava os quartos. Você faz um cadastro pelo site (é meio burocrático e chatinho) mas geralmente o preço é bacana. É bom analisar os comentários de quem já ficou também e ver a localização certinha pois ficamos a 10 minutos do centro e tivemos que pegar ônibus todos os dias, mas a casa era muito boa tirando o frio e o barulho da avenida do lado de fora (hahah, acontece!).

7. Vou sobreviver com mala pequena?

Sim. A prova disso sou eu! Achei que seria o fim, afinal eram muitos dias e apenas 8 blusas, duas calças, dois sapatos, pouca maquiagem e milhões de roupa íntima (porque isso sim tem que ter né? hahaha). Em minhas fotos estou praticamente de uniforme, trocava o cachecol,  dava uma disfarçada e pronto! A conclusão é que é bem mais prático e rápido, porque não tem que ficar escolhendo roupa. Claro que em 47 dias eu lavei na lavanderia 2x e o preço girava em torno de 5 Euros para lavar e mais 5 Euros para secar. Veja mais sobre como fazer mala nesse post aqui.

8. Quais os cuidados para viajar de trem?

Nunca jogue o ticket (bilhete) de trem após entrar nele, vão passar conferindo e se você não estiver com ele pagará novamente. É importante também conferir o trem que está na plataforma antes de embarcar, nós entramos em um trem errado (mais rápido e mais caro) e descobrimos no meio do caminho…Nossa sorte foi que a cobradora foi MUITO gente boa e deixou a gente passar, mas é bom não contar com a sorte.

9. Como levar os líquidos dentro da mala no avião?

Me preocupei tanto com isso, todos os líquidos têm que ter 100ml então comprei os frascos de plástico exatamente desse tamanho e coloquei todas minhas coisas dentro: shampoo, creme e perfume. Mas não pára porai, todos os frascos têm que estar dentro de um saco plástico, coloquei em vários saquinhos minhas coisas e chegando na primeira imigração a surpresa: tava errado! Foi chegando em Londres, eles dão um saquinho específico para você colocar suas coisas (não adianta ir atrás e tentar achar um apropriado antes de viajar) e é apenas UM o que não couber jogam fora… Imagina o que não perdi já nessa primeira parada… Mas tudo é aprendizado e agora to aqui para alertá-los que em cada país a imigração é diferente e pode cobrar coisas diferentes, tiveram outras que passei com dois saquinhos plásticos com tudo dentro, não tinha um específico deles e eu pude usar o meu. Por isso a dica é: leve pouca coisa e tudo com 100ml, cuidado com desodorante ele também precisa estar nesse padrão, fiquem atentos para cada imigração que passarem pois as regras podem ser diferentes.

10. Qual internet usar?

Queria sair do Brasil já conectada porque fiquei insegura de chegar lá e ser mais caro. Muita gente contrata e gosta da Easysim4you mas não deu certo para nós, muito lenta, os vídeos não carregavam e quando mais precisávamos usar o google maps não funcionava. Mandei e-mail e a resposta foi “nós garantimos internet 4G apenas nos EUA”, então fica aí o alerta! Depois de 30 dias comecei a usar o chip da Brasil Roaming em Milão e a surpresa foi maravilhosa, consegui fazer Stories e passar as informações pra vocês em tempo real, além de postar as fotos, usar whatsapp e tudo mais… Eles têm vários planos que vocês podem conferir no site, só não abusem muito porque ela é excelente mas se usar muito vai embora rapidinho, normal né? Andava com o telefone no modo avião e só tirava quando fosse precisar da internet.

11. É possível a Ryanair despachar a bagagem mesmo sendo de mão e estando dentro dos padrões?

No começo fiquei indignada com isso, corri atrás de uma mala que fosse no padrão deles para despacharem minha bagagem? Pois bem, a justificativa é que só cabem 90 malas dentro do avião por ele ser menor, o restante vai para o porão mas você não precisa pagar por isso. UFA! Era só o que faltava hahaha!

12. Como levo meus remédios?

Peguei a receita com minha médica de todos que estava levando, desde paracetamol a anticoncepcional e não questionaram em nenhum momento. Porém, eu aconselho a fazer como determinam, que é tudo com receita! Assim, você ficará tranquilo e sem preocupação.

13. Com qual sapato viajar?

De qualidade e confortável. Sofri demais com um tênis baixinho (tipo all star) e uma bota de montaria (mulheres vão me entender…), andávamos de 5 a 8 horas por dia e no primeiro dia já fiquei bem ruim da coluna. Tive que comprar uma botinha da marca UGG bem conhecida por ser confortável e AMEI, foi minha companheira para o resto de viagem. Paguei 100 Euros na promoção em Dublin e valeu cada centavo. 😀

14. Como viajar com mala pequena no frio, já que tem muitos casacos?

O segredo de todo mochileiro que não quer pagar para despachar bagagem é vestir as roupas mais pesadas e se precisar levar aquele casacão na mão mesmo, tudo para entrar nos padrões e esvaziar a mala. Vi gente tirando roupa da mala/mochilão na hora do check in para vocês terem uma ideia… Hahah! É completamente normal.

15. Onde levar o dinheiro, em cartão ou em espécie?

Nós levamos uma quantia em mãos e deixávamos uma parte dela naquela pochete que fica por dentro da roupa e outra no hostel dentro do mochilão, guardado no armário. Também fizemos o Visa Travel Money que é um cartão de débito que você coloca o crédito antes de viajar e se acabar pode repor a qualquer momento. Ele converte automaticamente a moeda quando você troca de país, mas em alguns lugares ele não foi aceito (não sei porquê) e fomos salvos pelo cartão de crédito, qualquer cartão terá taxa e IOF, não tem como fugir disso mas algumas coisas obrigam a utilizar o cartão de crédito, como por exemplo: reserva de hostel no Hostelworld, Airbnb e aluguel de bicicleta para passeio. É bom ter sempre uma segunda, terceira e quarta opção porque ninguém merece ficar sem dinheiro nas gringas.

16. Quais foram os Hostels que ficamos durante a viagem?

Encontre neste post aqui!

17.  Foi cansativo viajar 47 dias de mochilão?

Essa pergunta é muito interessante, antes de programar a viagem surgiram várias ideias, desde morar fora por um tempo, até passar 06 meses viajando… Mas pelo nosso orçamento e condicionamento físico e emocional, decidimos 47 dias de mochilão. Sim, foi cansativo. Tinha dias com muuuuita preguiça, depois do vigésimo dia já não acordávamos cedo e o ritmo foi diminuindo, mas para mim foi perfeito porque não sei quando nem se um dia eu terei essa oportunidade novamente. Mais uma vez repito, tudo vai depender do seu estilo de vida, de viagem, sua personalidade, suas vontades e objetivos na viagem. Sabemos que é difícil planejar uma viagem longa por inúmeros motivos, então aproveitei bastante e matei a vontade. Acredito que as próximas serão com menos dias, mas sempre intensas porque é disso que eu gosto! ♥


Vai viajar?

Utilize o comparador de aluguel de carro Rentcars e parcele em 12x, além de encontrar os melhores preços e super descontos. Eles são nossos parceiros, isso significa que você comprando através do link/banner no blog estará me ajudando a mantê-lo e o mais legal: sem pagar nada a mais por isso!

 Encontre a sua hospedagem com os nossos parceiros Booking e Hostelworld. Comprando através do link/banner no blog, você estará me ajudando a mantê-lo e o mais legal: sem pagar nada a mais por isso!

  Reserve seu trem pela Europa com a RailEurope com os melhores preços! Comprando através do link/banner    no blog, você estará me ajudando a mantê-lo e o mais legal: sem pagar nada a mais por isso

Não viajo sem seguro viagem e por isso, fizemos parceria com a Mondial Assistance que está há 75 anos no mercado, com atendimento 24h em português e é considerada líder global na prestação de serviços. Utilize o cupom 2017AFL e ganhe 15% de desconto ou faça a sua cotação através do link/banner no blog,                                  você estará me ajudando a mantê-lo e o mais legal: sem pagar nada a mais por isso!

Gostou? Deixe um comentário, compartilhe 🙂Share on Facebook28Pin on Pinterest0Share on Google+0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Tags: , , ,

49 comentarios en “17 Dúvidas frequentes de um mochilão”

  1. Alice disse:

    Segui toda essa viagem no Instagram e adorei ! Porem me explica algo: como é possível ir para Europa e não parar em Paris ? RyanAir tem voos de Dublin e London para Paris Beauvais..
    Agora é a hora de descansar para a próxima grande viagem ? Vem comigo e os bebes para nossas viagens de 3 meses ? KKK

    1. Livia Zanon disse:

      Alice, já conhecemos Paris, fomos há 7 anos atrás por isso não paramos dessa vez =) hehehe! Que legal que nos acompanhou, fico feliz em saber!! Boa viagem para vocês e os babys, arrasem nas fotos como sempre!! Beijos

  2. Makenna disse:

    Sonho de viagem!
    Sou louca para fazer um mochilão, em nossas viagens sempre de Troller, levo tudo e algo mais em nossas malas, fazer um mochilão levando apenas o necessário é algo que minha alma de viajante precisa viver! E as dicas foram muito bem vindas para um projeto futuro!
    Abraços.

    1. Livia Zanon disse:

      Também tive que aprender Makenna, mas foi super de boa =)) Obrigada, que bom que curtiu as dicas! Beijo

  3. Post bacana hein ? acompanhei toda viagem pelo instagram e viajei junto com vocês. Parabéns pelo post, dicas valiosas e indispensáveis para um viajante, principalmente sobre os valores expostos. Assim podemos nos programar financeiramente também. Muito bommm!! Adorei bjs

    1. Livia Zanon disse:

      Ebaa!! Que bom que gostou e se divertiu com a gente nesses 47 dias Mari, pena que acabou =( hahaha já quero mais!! Beijoo e obrigada!

  4. Olá. Nunca fiz um mochilão, mas adorei o post. Muito esclarecedor. Parabéns!

    1. Livia Zanon disse:

      Que bom que gostou Fabiana. =) Bjs

  5. Julia Salce disse:

    Essa viagem de vocês foi simplesmente sensacional! Caraca, deu tudo isso de dias? 47? UAU! Por isso a sensação de que vocês não iriam mais vir embora rsrsr
    adorei as dicas, Li, são MUITO úteis para qualquer viajante!
    E você foi um super exemplo de como viajar com uma malinha de mão e usar praticamente as mesmas roupas: e vou te dizer, tudo o que menos reparei foi na repetição de roupas, viu? Sério mesmo, tava comentando isso com a @dianaviaja… nós achamos que todo mundo vai reparar… e, falo por mim: nem percebi! pra mim cada dia era uma roupa diferente!
    Parabéns pela super experiência!
    Mais uma pergunta que você pode colocar: Como fazer para “aturar” a mesma pessoa, 100% do tempo, por todos esses dias? rsrsrs

    1. Livia Zanon disse:

      Foram bastantes dias mesmo Ju, no final estávamos exaustos e com preguiça de sair do hostel já! hhaha
      Então, costumo dizer que eu andava de uniforme né pq não tinha muita opção mas eu me desencanei quanto à isso, não sou a mais vaidosa do planeta então consegui me virar bem! 😀 Que bom que não deu pra perceber nas fotos, mas eu olho no meu IG e só da a mesma roupa em todas as fotos hahahaha

      Sobre aguentar a mesma pessoa, NÃO É FÁCIL! Tem dias que vc ta sem paciência e cansada dela ¬¬ MAS, o amor sempre prevalece, a dica é ter paciência e relevar… Pensar que vc ta na Europa e não perder tempo com bobagens! =P Feliz que tenha gostado.. Beijoo

  6. Luisa Galiza disse:

    Um arraso esse post! Muito bom compartilhar informações que parecem simples mas fazem toda a diferença!! Parabéns!

    1. Livia Zanon disse:

      Obrigada Luisa, que bom que gostou =))

  7. Marcos Brito disse:

    Muito bacana esse post! Acompanhei boa parte da viagem no Instagram e gostei bastante do roteiro de vocês, aprendi várias coisas. Obrigado por compartilhar sua experiência conosco.

    1. Livia Zanon disse:

      Oi Marcos, que bom que gostou, fico feliz e motivada por isso 😀

  8. Amei todas as dicas, e amei acompanhar voces nessa viagem maravilhosa! Ja me inspirei nela e inclui alguns lugares no meu proximo roteiro pra Europa!!! =D

    1. Livia Zanon disse:

      Oiii Thayzzz, obrigada por estar presente fico feliz que tenha curtido junto com a gente e se inspirado em conhecer alguns lugares que passamos. =D

  9. Livia Melo disse:

    Que post super, hiper completo!! Creio que para mim (e para a maioria das mulheres, rs), além dos gastos, a pior parte é sobreviver com mala pequena! Difícil, viu? Mas amei as dicas, obrigada por compartilhar!!

    1. Livia Zanon disse:

      Parece difícil mas depois que você consegue, agradece e só vai querer viajar assim hehehe 😀 Beijos

  10. Débora Savaget disse:

    Confesso que estava super ansiosa para ler esse post! rs
    Adorei todas as suas dicas e seus relatos, Livia! Sua viagem foi incrível e com certeza vai inspirar muita gente como eu =)

    1. Livia Zanon disse:

      Ebaaaa! Que bom que curtiu e se divertiu junto comigo Débora =D Fico feliz!!!

  11. Keul Fortes disse:

    Uau! Post super completo. Adorei os lugares escolhidos! Dicas com detalhes que fazem uma enorme diferença na hora de planejar um mochilão. Sou que nem você quanto a mala x mochila, mas já perdi varias malas de rodinhas durante as viagens em vários destinos. Terei que experimentar viajar com mochila para se convencer que é melhor! Haha..

    1. Livia Zanon disse:

      Muito mais prática a mochila Keul, se sua coluna é boa, vai em frente! haha

  12. Raquel disse:

    Adorei seu post! Faço muito mochilão e muita coisa bateu, rs. Definitivamente mochilão é melhor do que mala para esse tipo de viagem (se não tiver problema na coluna, claro, rs. Achei Paris, Londre e a Islândia toda os lugares mais caros que já visitei, aff…
    E sempre levo dinheiro em espécie também. Não faço Travelcard porque não acho que compensa, já que tenho cartão de crédito internacional. Como os dois cobram IOF de 6,38%, a única diferença acaba sendo a data em que é feita a conversão da moeda por ambos. Sendo que o cartão de crédito dá milhas, hahaha. Parabéns pelo post!

    1. Livia Zanon disse:

      Obrigada Raquel! Eu queria ter conseguido levar mochilão beeeem mais prático mesmo né?! Acho que foi meu primeiro de muitos, adorei a vibe hahaha!

  13. Dhebora disse:

    Liviaaaaaa… adorei suas dicas!!! Estamos planejando o nosso e estimando esse valor por dia pro casal. Claro,não ficaremos essa quantidade toda de dias (embora quiséssemos muito hahaha). Muito boas as suas dicas!!

    1. Livia Zanon disse:

      Que boooom, vão mesmo! Espero ter ajudado com alguma diquinha =))

  14. Adorei as dicas e esclarecimentos! Essa da RyanAir, por mais restrita que sejam as cidades, o valor da passagem compensa 😉 fiquei com uma dúvida, vocês não despacharam a mochila? Quantos litros?

    1. Livia Zanon disse:

      Oi Leo, o mochilão do João é de 65 litros e não despachamos nenhuma vez, por mais que ele parecia gigante nós focamos no peso dele e deu tudo certo! Ele “amassa” e consegue entrar naquela caixinha da Ryanair para ver o tamanho sabe? 🙂

      1. Sei sim! Show. Motivadora a resposta rsrs prefiro ir de mochila tb! 😉 Valeu

  15. milzara disse:

    O melhor item de todos com certeza foi o “vou conseguir viajar com uma mala pequena”, hahahaha. Algo muito difícil para mim, mas que a cada viagem venho me superando positivamente. Sem contar que temos que ter em mente que uma viagem de mochilão não é para se comprar tudo o que se vê pela frente.

    1. Livia Zanon disse:

      Exatamente Mil, a ideia é essa! Acumular experiências e não bens materiais. Esse é nosso estilo de vida, mas cada um tem o seu né? =D

  16. tikdeviagem disse:

    queria muito ficar viajando um tempão assim, meu máximo foram 20 dias e achei ótimo. Adorei as dicas e se eu fizesse mochilão, seria com mala também hahaha…

    1. Livia Zanon disse:

      Tudo é uma questão de programação =)
      Viajar bastante dias é bom mas bem cansativo… O legal mesmo é intercâmbio, morar no lugar por um tempo. Foi a melhor época da minha vida #)

  17. Rayane disse:

    Uau, que post completo!!! Amei!
    Já fiquei com vontade de fazer um mochilão… hahaha

    1. Livia Zanon disse:

      Até eu quando leio fico com vontade de cair no mundo de novo hahaha!

  18. Paulo Venoso disse:

    Que post brilhante, me tirou muitas dúvidas, a Airbnb achei que era uma coisa perigosa já li casos que eram golpes e roubavam as pessoas na casa, mas pelo visto acho que é raro um caso desses, seu planejamento de custo foi excelente custos bem baixo e da para fazer tudo e aproveitar o mochilão, show o post parabéns.

    1. Livia Zanon disse:

      Oi Paulo, nunca vi casos de roubo no Airbnb, poxa que chato!! Ainda bem que eu tive sorte 😀 rss! Obrigada, que bom que gostou!

  19. Livia, AMEI suas dicas!
    E eu já tive que vestir 10 blusas (uma em cima da outra) para não pagar excesso nas cias low cost….kkkkk. Quem nunca, né?
    E essa botinha que vc comprou é puro conforto mesmo.
    Bjos

    1. Livia Zanon disse:

      Caracaaa 10 blusas??? hahaahh
      Arrasou Camila, é isso aiii! 😀

  20. Livia, ótimo post! Além de super explicadinho, contempla as principais dúvidas! O que mais surpreendeu foi a capacidade de levar tão pouca roupa, mas concordo que fica super mais prático. E esse gasto de 100/dia é super preciso. Parabéns pelo post!

    1. Livia Zanon disse:

      Obrigada Thiago! Até eu me surpreendi em levar pouca roupa hahahaha!

  21. Liviaaaaaa!!! Feliz por estar lendo seu post! Vai me ajudar muuuuuito no meu primeiro mochilão (só que pelo continente africano)! Adorei, achei bem detalhado!
    Parabe;sns
    Bjs

    1. Livia Zanon disse:

      Que booomm que te ajudei Zelinda! 😀 Fico super feliz!!

  22. Ótimas Dicas!!
    Mesmo com um tempo de pequenas mochiladas ainda aprendemos com a experiência alheia, né!
    Valeu.

    1. Livia Zanon disse:

      A gente sempre aprende coisa nova né, que bom que gostou! 😉

  23. viajei_compartilhei disse:

    Te confesso que essa parte de planejamento é cansativa na minha opinião, mas adoro mtooo…ja vou sentindo tudo da viagem…aumentando a vontade e ansiedade…ai que gostoso viajar

Deixe uma resposta

Sobre a Autora

Assine nossa Newsletter

Instagram

Facebook


reserve seu hostel

Encontre sua hospedagem



Booking.com

seguro viagem

alugue seu carro


Reserve seu trem na europa

Esse blog faz parte:

Blog Membro do RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

Mais Lidos

Praga

Casal faz mochilão em 10 países na lua de mel

E se você tivesse que escolher entre fazer uma festa para amigos e familiares ou uma super viagem? Qual seria a sua escolha? No nosso caso, escolhemos fazer uma festa com poucos convidados e de presente fizemos uma vaquinha online através do site iCasei. Como isso funciona? Os convidados que querem presentear o casal, entra […]

o_mundo_e_minhas_voltas

17 Dúvidas frequentes de um mochilão

Oi galerinha! Voltei do meu #mochilãocommala cheia de histórias para contar, fotos para postar e dicas para dar (juro que essa rima não foi proposital haha). Foram 10 países e 18 cidades ao total e durante minha viagem muita gente veio tirar dúvida sobre mochilão e viagem em geral, tentei responder todo mundo durante esse […]

O_Mundo_e_Minhas_voltas

Casal troca festa de casamento por mochilão em 21 países

Quem nunca sonhou em largar o emprego e viver um período sabático poraí? Muitas vezes nos faltam coragem, ou até mesmo dinheiro… Mas quando tudo é bem planejado a chance de dar certo é muito maior. E como eu amo histórias inspiradoras, vim aqui contar uma pra vocês sobre um casal que trocou a festa […]

error: Ooops!
%d blogueiros gostam disto: