Durante uma noite de insônia eu pensei: “Não, não pode ser só eu que tenho essa sensação e esses pensamentos…” Então, resolvi desabafar para quem sabe me sentir menos sozinha no meio desse turbilhão de sentimentos. Afinal, eu só queria não viver agoniada para conhecer o mundo! E você?

Dia sim (e o outro também), me pego matutando e ansiosa como se a vida fosse acabar no próximo minuto e eu não teria conhecido todos os lugares e pessoas maravilhosas que a vida tem a oferecer. Já fiz intercâmbio de 3 meses em Londres, morei 40 dias na África do Sul, fiz mochilão pela Europa de 47 dias e outras viagens que na verdade, não sei se me ajudaram ou me atrapalharam a me acalmar. Porque cada vez que volto de uma, mato a saudade da minha casinha (dura uma semana mais ou menos), eu já estou enlouquecida para partir novamente.

“Bem que a vida poderia ser mais fácil…” Mas aí dizem que não teria graça (eu sinceramente, não sei). Esse conflito interno de não saber se é hora de partir, de ficar, se está no caminho certo, qual é o seu propósito nessa vida é sim, muito muito angustiante e esse foi um dos motivos que criei esse Blog de Viagem, para compartilhar com vocês minhas experiências, indecisões, conquistas e quem sabe inspirar as pessoas a se abrirem para o novo, quebrarem preconceitos, tabus, mudarem de opinião e óbvio, viajarem mais! 🙂

Dependemos do tal do dinheiro para realizar todos os nossos desejos, disso nós sabemos. Mas vamos supor que você ganhasse hoje na mega sena, começaria outro bombardeio de dúvidas como por exemplo: “Ah, vou gastar tudo hoje e realizar tudo o que tenho vontade, posso morrer amanhã mesmo, preciso aproveitar” ou então “Melhor eu guardar, economizar e investir porque eu posso viver até os 100 anos, melhor eu prevenir.” Qual seria a sua linha de raciocínio? Gastar tudo sem pensar no amanhã ou planejar o futuro? Eu sinceramente, não consigo decidir a minha e é exatamente essa uma das minhas lutas diárias.

Também tem aquelas pessoas que têm “sonhos normais”. É, sabe, elas se formam no que gostam, trabalham, tem uma rotina de boa, querem construir uma família, construir a própria casa, ter um carro legal e pronto. Eu acho que elas vivem mais felizes e tranquilas! Nunca tive nenhum desses sonhos (apesar de hoje me encontrar casada, mas abri uma exceção para o destino hehe), não faço questão de ter um carrão, uma casa enorme, ter jóias, bolsas, roupas caríssimas, cuidar de 3 filhos, ser avó… Não, não tenho. E não é por isso que sou uma pessoa má, juro!

Seria tão bom se existisse um livrinho para quando tivéssemos dúvidas consultássemos, como se fosse um oráculo né? Mas não tem. E agora? Socorro! O jeito é aprender a lidar com a ansiedade, tentar controlar o coração e saber ouvir as vozes do destino (mesmo as vezes a gente não querendo aceitá-las). Será que estou sozinha ou mais alguém se sente como eu? É tão difícil explicar esse sentimento, que só quem vive sabe o quanto ele faz mal. A sensação que eu tenho é que o ser humano é um eterno insatisfeito, nunca está contente com o que tem, e isso me preocupa mais ainda, por gerar mais mais e mais questionamentos. Mas veja bem, eu adoro a vida que tenho hoje, o lugar que moro, a pessoa com quem compartilho meus momentos, e a questão é justamente essa tortura diária de se sentir dividido e querer viver tudo ao mesmo tempo pra ONTEM.

Bom, no meio desse textão, em plena meia noite de quarta-feira, apareceu um grilo aqui na minha mesa. Até tentei tirar foto dele para comprovar, mas no momento ele está pulando loucamente pela sala, tudo bem, dizem que grilos e gafanhotos são sinais de sorte… É o que desejo a todos nós. Sorte. E que possamos acalmar nossos corações e pensamentos, para tomar as melhores decisões. 🙂

É amar a sua família, sua casa, sua rotina, mas mesmo assim sentir a necessidade do novo, do desconhecido, de novos ares e experiências. É ter medo de se arrepender, de tomar a decisão errada ou de apenas não tomar decisão nenhuma. É ter taquicardia, insônia e sentir falta de ar para respirar. É aquela vontade de fazer uma mala e pegar o primeiro vôo, mas também deitar na sua cama quentinha e apenas curtir os momentos simples. É querer ir, mas também ficar.

É viver!

Se identificou com esse sentimento? Compartilhe comigo nos comentários, quem sabe não nos ajudamos um pouquinho, vou adorar não me sentir sozinha nos meus devaneios! 😉

Booking.com

Gostou? Deixe um comentário, compartilhe 🙂Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Share on Tumblr
Tumblr
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Livia Zanon
Campo-Grandense de nascimento mas pertencente à este mundão. Se formou em Direito por um acidente de percurso e hoje trabalha como Consultora de Intercâmbio. Apaixonada em compartilhar as experiências, dicas e perrengues de viagens, criou o blog para inspirar as pessoas a caírem no mundo da melhor maneira. Viajar é o que te faz se sentir viva!

Planeje a sua viagem

Prefere casa ou apartamento? Utilize nosso cupom de desconto de R$ 130,00 no Airbnb e tenha uma experiência diferente e mais econômica de hospedagem.

Não esqueça do Seguro Viagem! Faça sua cotação na SegurosPromo para encontrar o seguro que você precisa. Utilize o cupom MINHASVOLTAS5 e ganhe 5% de desconto.

Encontre a sua hospedagem com o nosso parceiro Booking e Hostel em qualquer lugar do mundo através do  Hostelworld.

Precisa alugar um carro? Reserve pela RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um desconto de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil já conectado e com o celular funcionando durante a viagem.  Com o EasySim4u você tem acesso à internet 4G nos Estados Unidos e Canadá e mais de 140 países.

Tags: , , , ,

24 comentarios en “Eu só queria não viver agoniada para conhecer o mundo!”

  1. nicole disse:

    você não está sozinha li!!! tenho esses mesmos pensamentos, e se… e se… mas nunca saberemos! como seria se eu tivesse feito isso e não isso… perguntas que vem na mente e só deixam a gente angustiada! mas se te conforta, tamo junto! hahahaha

  2. Geane disse:

    Hahaha eu sofro com isso, É querer ir, mas também querer ficar 🙂

  3. Livia Zanon disse:

    Já conversamos muito acho que depois desse seu comentário né Nik? kkkkkkk Não é fácil não, tamo junto!! Ajuda a saber pq da pra desabafar e não achar muito louca =P hahaha Beijosss

  4. Livia Zanon disse:

    Geane, é isso mesmo, querer ir mas também ficar!! =( E agora? kkkkk

  5. Fabricio disse:

    Eu já perdi o sono muitas vezes por conta da minha companheira chamada ansiedade. Seja na véspera de uma viagem ou pensando nos lugares que eu queria/quero conhecer. Cheguei ao ponto de começar a odiar a cidade que eu escolhi para viver pois só me sentia bem viajando. Bom, agora eu vou passar 6 meses viajando pela Europa e Ásia. Depois que decidi e coloquei esses planos em prática meu coração se acalmou.

    1. Livia Zanon disse:

      Fabricio, te entendo perfeitamente. Será que um dia vou me render e cair na estrada assim tbm? Mas aí tem outro lado, criar mil expectativas e não ser como imaginamos e nos arrepender né? Bom, de qualquer maneira só saberemos se arriscarmos né?? 🙂 Boa sorte pra você nessa nova caminhada!!!

  6. brunabarbosa277065278 disse:

    É o que tira o sono da maioria de nós! Acho que você saber o que não te interessa já é uma grande conquista, agora é resgatar seus sonhos e trabalhar por eles. No ano retrasado eu e meu marido tiramos nosso sonho de tirar um sabático do papel. Continuamos cheios de dúvidas agora que voltamos, mas a sensação de realização, de ter conhecido pelo menos um pouco desse mundão é arrebatadora. Talvez esse seja seu caminho também… Um beijo!

    1. Livia Zanon disse:

      Oi Bruna!! Que legal que tiraram um ano sabático, já tirei alguns meses mas ano ainda não rsrs E é bem isso, a gente volta e as dúvidas continuam e a inquietação também né? Como eu disse, acho que é do ser humano ser assim. Espero que um dia eu consiga acalmar meu coração hehe! Beijo e obrigada

  7. Andrea disse:

    Muito bacana seu texto e não, vc não está sozinha….penso assim também em muitas das vezes…mas uma coisa é certa: a vida é um “se”….então, bora viver o dia de hoje, ainda que com ansiedade…bjs.

    1. Livia Zanon disse:

      Verdade Andrea,focar um pouco no presente melhora… Pensar mto no futuro só deixa a gente doida! kkkkk Beijos 😉

  8. O que fazer com essa irresistível vontade de partir? Penso muito nisso, o tempo todo que não estou em viagem hahaha E penso também se vou conseguir conhecer todos os lugares que sonho – e aqueles que nem sei que existem ainda. Difícil lidar com toda essa ansiedade ne?

    1. Livia Zanon disse:

      Difícil demais Klécia =((( fico triste várias vezes por isso… A agonia não passa nunca!!!

  9. rui batista disse:

    Como bem te entendo 🙂 Acho que o melhor é um equilíbrio. No meu caso, de estar perto do que amo – família, amigos, casa, emprego que me estimula – e conseguir viajar muito regularmente, neste caso quase todos os meses 🙂 Assim, fica mais fácil…

    1. Livia Zanon disse:

      O equilíbrio é muito importante mesmo Rui, o difícil as vezes é a gente decidir o que quer e pra onde seguir, porque não podemos ter tudo né? De alguma coisa teremos que abrir mão =/ Ai que gera a dúvida e insegurança…

  10. tripsdoleo disse:

    Ah… me identifiquei demais com seu texto! E olha… tenho um agravante: acabei de completar 45 anos e aí bate aquela sensação que tem caminhos que não posso mais seguir. Enfim, não tenho mais a vida inteira pela frente! kkk Já fiz viagens maravilhosas, mas nunca morei fora e um dos meus objetivos é fazer uma viagem solo. Quem sabe um grilo aparece por aqui pra me dar um sinal!!! Parabéns pelo texto!!! Bjs

    1. Livia Zanon disse:

      Te entendo perfeitamente! Eu que to com 28 anos, teno vários problemas na coluna e vivo com dores que me limitam demais… Então também não posso viajar e me submeter a tudo como faria há 10 anos atrás! =/ Mas a gente vai achando outras formas né? Importante é não parar… Sobre o grilo, ainda to esperando uma resposta hahahaha! beijos, Obrigada!

  11. Suzy Freitas disse:

    Esse sentimento de angústia apavora qualquer um que esteja em dúvida! Quem escolhe uma “vida normal, casa, carro, filho”, também vive pressionando para conseguir juntar dinheiro para adquirir e manter o status. Acho que, como você bem disse, o ser humano é um insatisfeito. Eu também vivo angustiada com minhas indecisões e escolhas. O único jeito é relaxar e aproveitar os bons momentos sem se atormentar tanto com o futuro! Suas reflexões são muito boas e tenho certeza que achará o equilíbrio entre partir e ficar, anda mais porque é muito jovem! Boa sorte, querida!

    1. Livia Zanon disse:

      Suzy, você não tem ideia do quanto eu estava precisando ler seu comentário! Muito obrigada, consegui respirar fundo e relaxar o coração… Senti um pontinha de esperança e muita verdade em seu texto. Boa sorte tambem viu? Beijos

  12. Eu também fico nessa. Me identifiquei totalmente contigo. Eu volto de uma viagem já querendo a outra. Será que é maluquice?

    1. Livia Zanon disse:

      As vezes me sinto bem doida, principalmente quando converso com algum amigo e ele não me entende!! kkkkkkk Socorro!

  13. Ana disse:

    aaah eu sou assim também!! Tenho que aprender a controlar a ansiedade de já marcar outra viagem hhahahaha

    1. Livia Zanon disse:

      Difícil controlar hahaha!

  14. Ricardo disse:

    Um breve comentário: não acha que esse sentimento tem tudo que ver com o desespero pós-moderno e a constante insatisfação do homem com a vida? Conhece as obras do sociólogo Zygmunt Bauman, não? Estou sempre dividido entre literatura (minha grande paixão!) e viagens; e confesso-lhe que às vezes penso: ainda que portentosa em experiências, vale verdadeiramente a pena uma vida tão estressante e cansativa? Abraço!

    1. Livia Zanon disse:

      Oi Ricardo =) Sim, acho que pode ser. E esse fato é um dos que geram mais dúvidas e questionamentos, até onde é insatisfação e até onde é propósito de vida? Não conheço as obras do sociólogo, vou pesquisar, obrigada pela indicação!! 😉 Mas a vida estressante e cansativa que vc se referiu é com relação a que? Fiquei na dúvida. rs! Abraços

Deixe uma resposta

autora

Campo-Grandense de nascimento mas pertencente à este mundão. Se formou em Direito por um acidente de percurso e hoje trabalha como Consultora de Intercâmbio. Apaixonada em compartilhar as experiências, dicas e perrengues de viagens, criou o blog para inspirar as pessoas a caírem no mundo da melhor maneira. Viajar é o que te faz se sentir viva!

receba as novidades por e-mail

Instagram

  • SERÁ QUE SOBREVIVO IR PARA LUGARES FRIOS SENDO ACOSTUMADX COM O CALOR?
.
.
☃️Simplesmente peguei uma das piores nevascas em Londres e te digo com toda a certeza: ÓBVIO QUE SIM! Hahahahaa! Diferente do Brasil, em países que fazem muito frio, todos os lugares estão equipados com aquecedores, então se prepara para o tira-e-põe de casacos e com eventuais resfriados. Um lado negativo de viajar no inverno, é que os dias são mais curtos e escurece mais rápido... Por exemplo, se for para Europa no verão, em alguns lugares você terá sol até 23:00h, JURO! Mas, a maioria das pessoas só tem disponibilidade de viajar no inverno, e agora: Não vou viajar por conta do frio: JAMAIS NÉ MIGOS! Mete um casacão na mala, se enrole no cachecol, ponhe luvas e uma toquinha e vai que vai! 🧣🧤🧦
.
.
Eu adoro frio, me emocionei quando vi neve pela primeira vez, mas tenho dificuldade em acordar ¬¬ uma dica legal que ajuda bastante é usar segunda pele por baixo da roupa, esquenta que é uma beleza.
.
.
Qual foi o lugar em que vc pegou mais frio numa viagem❓
⚠️O pior frio que peguei foi em Amsterdam na Holanda, eu não sentia meus dedos dos pés e as pontas dos dedos da mão por conta do vento...Não foi mto legal não! kkkkk 😬
.
.
#omundoeminhasvoltas
  • COMO ESCOLHER UM HOSTEL?
.
.
Como muitos de vocês já sabem, Hostel é minha hospedagem predileta, principalmente quando estamos viajando sozinhos. Você conhece gente do mundo inteiro, pratica o idioma, faz amizades, geralmente tem programações legais como viagens, passeios e baladas, e geralmente as pessoas estão mais abertas para interagir e compartilhar dicas de viagem que acabam ajudando muito! Eu gosto de utilizar o Hostelworld para escolher o meu Hostel, lá é possível ver as avaliações de quem já ficou, ❗️localização, ❗️limpeza, se é ❗️barulhento ou de boa, etc... Para quem não gosta de compartilhar quarto com muita gente, a maioria tem quarto duplo privativo (o que é uma boa opção para casais). .
.
Muitos tem preconceito e uma imagem distorcida a respeito de Hostel, mas eu continuo insistindo que se pesquisar certinho não tem erro. Cada viajante tem um perfil, o meu é esse. Não viajo para ficar trancada em hotel apenas comigo mesma ou com quem eu viajo, para mim viajar é mais que isso, é conhecer novas pessoas, culturas e trocar experiências de vida. AAAAAh que saudade de comer um carbonara e visitar todos os hostels do mundo, ainda to aceitando patrocínio viu galere! (hahahaha quem lembra dessa?!? 😂😜😬)
.
.
E você, já ficou em Hostel?? Como foi?? Conte aqui pra mim!
#omundoeminhasvoltas
  • TEM COMO VIAJAR PARA OUTRO PAÍS SEM SABER O IDIOMA?
.
.
Uma das perguntas recordes que recebo... E a minha resposta é SIM! COMO? Com sorriso, mímicas, simpatia e educação. Muito difícil alguém se recusar a ajudar algum viajante utilizando essas 4 táticas, são praticamente infalíveis. É claaaaro que sempre terão exceções, já me trataram com grosseria sim, mas não por não saber o idioma, as vezes a pessoa só está num dia ruim ou não curte intercambistas... Acontece. Mas, os bons são maioria. Se estiver perdido, pergunte. Se quiser comer, pergunte. Se precisar de ajuda, pergunte. Não tenha vergonha, não tenha receio, não tenha medo. O não você já tem, e no final das contas pode até acabar fazendo uma amizade inesperada para curtir a trip juntos!
.
.
⚠️Dicas:
- Tenha um mapa em mãos pra pessoa mostrar onde você tem que ir;
- O Google Tradutor as vezes ajuda;
- PLEASE (Por favor), EXCUSE ME (com licença) e THANK YOU (obrigada) são as palavrinhas chave para você ter sucesso. Utilize-as SEM MODERAÇÃO e SEJA FELIZ!!
.
.
Qual é a sua tática quando não fala a língua do país? 😬 #omundoeminhasvoltas
  • SOBRE VIAJAR SOZINHX: Meus dois intercâmbios eu fiz sozinha, o primeiro para Londres o segundo para África do Sul. Sou virginiana gosto de organizar e planejar um pouquinho que seja 😜 Fui por agências de intercâmbio, com curso, acomodação e passagem de ida e volta. Porém, durante a viagem fiz amigos na escola (uma das coisas legais de ir estudando) e montávamos as trips aos finais de semanas e os passeios depois das aulas. É normal sentir medo e ficar insegurx, mas depois que você chega no destino, apesar dos perrengues você percebe o quanto é capaz de passar pelas dificuldades e como é bom o sentimento de LIBERDADE. Eu diria que é viciante, porque vai fazer 10 anos que ainda não me recuperei o meu primeiro. ¬¬ KKKKKK! .
.
⚠️ Acho importante tomar alguns cuidados: ❗️sempre ter contato de alguém para emergência, ❗️ter uma reserva de dinheiro caso precise, ❗️internet SEMPRE que possível, ❗️observar o seu redor, estar atentx e cuidar dos seus pertences pessoais,
❗️ saber como chegar na acomodação, pesquisar um pouco antes e já ter uma ideia do que fazer para chegar no destino. 
É claro que nem sempre tenho tudo programadinho, mas para quem viaja sozinhx pode ser uma boa alternativa pra se sentir mais calmo, tranquilo e confiante que no final...TUDO VAI DAR CERTO! 😎 .
.
Viajar sozinho, na minha opinião é melhor que acompanhado, pois ficamos mais abertos para as vivências, fazer amizades, nos permitir ao novo e aos riscos. E cá entre nós, é exatamente isso que torna uma viagem INCRÍVEL! .
.
Tem alguma dica para quem cai no mundo sozinho? Compartilha aiiii!

Facebook


reserve seu hostel

Encontre sua hospedagem



Booking.com

alugue seu carro

seguro viagem

Esse blog faz parte:

Blog Membro do RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

 

Loja

Mais Lidos

o_mundo_e_minhas_voltas

Roteiro econômico de 7 dias em Cancun e Playa del Carmen

Oi pessoal! Tudo bem? Vim aqui contar mais detalhes do meu roteiro econômico de 7 dias em Cancun e Playa del Carmen, e já adianto que a viagem foi MUITO MAIS MARAVILHOSA do que eu imaginava! O primeiro destino foi Cancun, uma cidade que fica na costa do estado de Quintana Roo, no México, em uma península que se tornou […]

Gostou? Deixe um comentário, compartilhe :)Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Share on Tumblr
Tumblr
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

Como analisar a tábua de marés

Oi pessoal! Hoje vim tirar a dúvida de muitos de vocês quando o assunto é tábua de marés. Sempre que alguém vem à Bahia, quer visitar a famosa Praia do Espelho em Trancoso, e encontrar o “Caribe Baiano” em suas águas cristalinas. Acontece, que quase ninguém informa ao turista que é preciso analisar a maré antes […]

Gostou? Deixe um comentário, compartilhe :)Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Share on Tumblr
Tumblr
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
O_Mundo_e_Minhas_voltas

Casal troca festa de casamento por mochilão em 21 países

Quem nunca sonhou em largar o emprego e viver um período sabático poraí? Muitas vezes nos faltam coragem, ou até mesmo dinheiro… Mas quando tudo é bem planejado a chance de dar certo é muito maior. E como eu amo histórias inspiradoras, vim aqui contar uma pra vocês sobre um casal que trocou a festa […]

Gostou? Deixe um comentário, compartilhe :)Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Share on Tumblr
Tumblr
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
error: Ooops!